Experiências de racismo desde a imigração haitiana e africana no Brasil

Autores

  • Susana Martínez Martínez Universidad de Brasilia
  • Delia Dutra Universidad de Brasilia

DOI:

https://doi.org/10.1590/1980-85852503880005307

Palavras-chave:

Racismo. Imigração. Brasil.

Resumo

O debate que gira em torno de raça e identidade tende a contar com diversas perspectivas, que outorgam ao fenômeno migratório um lugar fundamental a ser analisado. A construção social do racismo no Brasil, tem caminhado junto com a história migratória do país. As novas ondas migratórias do século XXI configuram um cenário neste país que nos chama para a reflexão, por exemplo, sobre como os imigrantes que são identificados racialmente percebem o racismo no Brasil, que ainda é apresentado no exterior com o mito da democracia racial. Este artigo procura abrir um diálogo entre os debates contemporâneos sobre as teorias de identidade e racismo com a atual imigração racializada, por médio de análise de artigos jornalísticos e debates acadêmicos.  

Biografia do Autor

Susana Martínez Martínez, Universidad de Brasilia

Profesora Asistente Efectiva del Instituto de Letras de la Universidad de Brasilia (IL/UnB). Doctoranda del Departamento de Estudios Latinoamericanos (ELA/UnB). Brasilia, DF, Brasil. E-mail: laresu@hotmail.com

Delia Dutra, Universidad de Brasilia

Doctora en Sociología y Pesquisadora Colaboradora Plena del Departamento de Estudios Latinoamericanos de la Universidad de Brasilia (ELA/UnB). Becaria del Programa PNPD/CAPES e Investigadora del Observatorio de las Migraciones Internacionales de Brasil (OBMigra). E-mail: deliadutra@gmail.com

Publicado

2018-08-24

Como Citar

Martínez Martínez, S., & Dutra, D. (2018). Experiências de racismo desde a imigração haitiana e africana no Brasil. REMHU, Revista Interdisciplinar Da Mobilidade Humana, 26(53), 99–113. https://doi.org/10.1590/1980-85852503880005307

Edição

Seção

Dossiê