Receber, enviar e compartilhar comida: aspectos da migração venezuelana em Boa Vista, Brasil

Autores

  • Iana dos Santos Vasconcelos Universidade Federal de São Carlos

DOI:

https://doi.org/10.1590/1980-85852503880005309

Palavras-chave:

Comida; Agência; Venezuelanos/as; Brasileiros/as; Boa Vista

Resumo

O recente deslocamento de venezuelanos/as para Boa Vista- RR vem sendo observando segundo diferentes perspectivas. Um aspecto ainda pouco explorado é o da alimentação. A maioria desses migrantes procura desempenhar alguma atividade produtiva que gere renda para comprar comida e enviar aos familiares na Venezuela. Sujeitam-se a condições precárias de trabalho e vida. As relações sociais envolvidas na circulação dos alimentos nos convidam a refletir sobre a mobilidade humana. Dar comida, receber e comer junto configuram relações assimétricas e simétricas, com brasileiros/as ou entre venezuelanos/as. O artigo enfoca a agência dos/as venezuelanos/as nessas situações. Podem ser provedores de lares distantes, comensais que se vêm como iguais, e pets ou presas do capitalismo brasileiro.

Downloads

Publicado

2018-08-24

Edição

Seção

Artigos