Ítalo-Brasileiros na Itália no século XXI: “retorno” a terra dos antepassados, impasses e expectativas

Autores

  • Catarina Zanini Universidade Federal de Santa Maria - RS
  • Glaucia de Oliveira Assis Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Luiz Fernando Beneduzi Universidade Ca' Foscari de Veneza

Palavras-chave:

Migração, Retorno, Identidades

Resumo

Ítalo-Brasileiros na Itália no século XXI: “retorno” À terra dos antepassados, impasses e expectativas. 

Nosso objetivo é analisar, partindo de uma perspectiva histórica e etnográfica, algumas situações envolvendo ítalo-brasileiros provenientes do sul do Brasil (Rio Grande do Sul e Santa Catarina) que migraram para a Itália (desde a década de noventa do século XX). Problematizaremos de que forma este processo foi orientado pela expectativa de “retorno” à terra dos antepassados e aos aspectos simbólicos a ela associados. Pretende-se analisar, também, como a categoria origem (italiana) foi acionada pelos descendentes migrantes e a importância que desempenhou em suas trajetórias migrantistas. 


Italian-Brazilians in Italy in the 21st century: “return” to the land of their ancestors, impasses and expectations.

Our objetive is to analyze, springing from an historiographic and ethnographic perspective, some situations involving Italian-Brazilians (from Rio Grande do Sul and Santa Catarina) who migrated to Italy (since the nineties of the twentieth century). We intend to understand how this process was driven by the expectation of “return” to the land of the ancestors and the symbolic aspects associated and to analyze, too, as the source category (Italian) has been thrown by the descendants migrants and the importance it played in their trajectories.

  

Todos os artigos da revista REMHU n. 42 estão disponíveis no site SciELO Brasil (www.scielo.br/remhu). 

All articles of the journal REMHU n. 42 are available online for free: SciELO Brasil (www.scielo.br/remhu).

  

Downloads

Publicado

2013-12-12