Da era das migrações ao declínio das migrações?

A transição para a mobilidade revisitada

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/10.1590/1980-85852503880005709

Palavras-chave:

Migrações, mobilidade, tendências, futuro, migrações, mobilidade, tendências, futuro

Resumo

O principal objetivo deste texto é examinar e discutir as tendências atuais das migrações e da mobilidade internacional, bem como as principais teorias que têm sido desenvolvidas para as explicar. Para além de um estado da arte sumário, o texto procura entrever o que pode suceder no futuro face às mudanças globais, seja uma continuidade e aprofundamento das tendências atuais ou, pelo contrário, uma alteração do paradigma. Apesar de o cenário mais provável ser a continuação do aumento dos movimentos, tudo vai depender do confronto entre os fatores estruturais e a agência individual. Se os primeiros apresentam, hoje, alguns sinais contraditórios, a segunda revela as numerosas possibilidades de ação de migrantes e não migrantes. Existem vários futuros possíveis, sendo que um deles - a transição para a mobilidade - foi teorizado por Zelinsky em 1971.

Biografia do Autor

João Peixoto, ISEG, Universidade de Lisboa

SOCIUS/CSG, ISEG, Universidade de Lisboa. Lisboa, Portugal. E-mail: jpeixoto@iseg.ulisboa.pt.

Downloads

Publicado

2019-12-06

Como Citar

Peixoto, J. (2019). Da era das migrações ao declínio das migrações? : A transição para a mobilidade revisitada. REMHU, Revista Interdisciplinar Da Mobilidade Humana, 27(57), 141–158. https://doi.org/10.1590/10.1590/1980-85852503880005709