Anti-migrant Islamophobia in Europe. Social roots, mechanisms and actors

Autores

  • Fabio Perocco

DOI:

https://doi.org/10.1590/1980-85852503880005303

Palavras-chave:

islamofobia; imigração muçulmana; desigualdades; racialização; Europa

Resumo

Durante as últimas duas décadas de crescente racismo antimigrante na Europa, a islamofobia provou ser a forma mais ressaltada, mais aguda e amplamente difundida de racismo. O artigo mostra como a islamofobia antimigrante é um fenômeno estrutural nas sociedades europeias, sendo que sua estrutura interna tem raízes sociais específicas e mecanismos de funcionamento. Tal conjunto articulado e interdependente de temas-chave, políticas, práticas, discursos e atores sociais visa inferiorizar e marginalizar os imigrantes muçulmanos, ao mesmo tempo em que legitima e reproduz as desigualdades sociais que afetam a maioria deles. O artigo examina as origens sociais da islamofobia antimigrante e os modos e mecanismos através dos quais ela naturaliza as desigualdades; concentra-se nos principais atores sociais envolvidos em sua produção, especificamente no papel de alguns sujeitos coletivos como organizações e movimentos antimuçulmanos, partidos de extrema-direita, autores de best-sellers e os meios de comunicação de massa.

Biografia do Autor

Fabio Perocco

Ca' Foscari University of Venice. Venice, Italy. E-mail: fabio.perocco@unive.it

Publicado

2018-08-24

Edição

Seção

Dossiê