Migração, imprensa e políticas migratórias em Jaraguá do Sul/SC (1980-1990): fechando as fronteiras para os produtos indesejáveis do progresso

Autores

  • Ancelmo Schörner
  • José Adilçon Campigoto

Resumo

Desde os anos 1970, com maior intensidade na década de 1980, Jaraguá do Sul/SC, foi palco de uma grande expansão industrial e urbana. Desse processo emergiram e se agudizaram problemas relacionados à especulação imobiliária e à infra-estrutura urbana de maneira geral. Num primeiro momento a migração era bem-vinda, pois era mão-de-obra pronta para ser usada nas indústrias da cidade. Depois, no início dos anos 1990, quando as principais fábricas passaram por um intenso processo de reestruturação produtiva, esse contingente não era mais necessário e passou a ser atacado através de uma intensa veiculação de propagandas e discursos negativos feita por rádios e jornais locais, opondo ‘nós’ e os ‘outros’. Ao analisar os discursos e as práticas urbanas, veiculadas pelos jornais, que as camadas médias e a elite local fazem do espaço urbano, pretendemos chamar a atenção para uma visão de Jaraguá do Sul construída a partir de seu centro. De outro ângulo estão os migrantes, que, historicamente, se localizam na periferia delimitada no espaço e na hierarquização social e reforçada nos mecanismos de estigmatização.Palavras-chave: Migração; Imprensa; Fecha-fronteiras; Discursos.
Since the 1970s, with greater intensity in the 1980s, Jaraguá do Sul – SC was the scene of a major industrial and urban expansion. From this process, problems related to land speculation and urban infrastructure, in general, emerged and became more acute. At first, migration was welcomed, since it meant manpower ready to be used in the industries of the city. Then, in the early 1990s, when the main factories underwent an intensive restructuring process, this number of workers was no longer needed and was under attack by an intense transmission of negative ads and speeches made by local radios and newspapers, opposing ‘we’ and the ‘others’. By analyzing the urban discourses and practices of the local middle and elite classes, released by newspapers, this article draws attention to a vision of Jaraguá do Sul built from its center. From another perspective, are the migrants, who, historically, are located on the periphery, which is bound to space and social hierarchies and reinforced by mechanisms of stigmatization.Keywords: Migration; Media; Closed borders; Speeches

Downloads

Como Citar

Schörner, A., & Campigoto, J. A. (2011). Migração, imprensa e políticas migratórias em Jaraguá do Sul/SC (1980-1990): fechando as fronteiras para os produtos indesejáveis do progresso. REMHU, Revista Interdisciplinar Da Mobilidade Humana, 19(36). Recuperado de https://remhu.csem.org.br/index.php/remhu/article/view/255