Chamada de artigos: REMHU n. 58 (abril 2020) e n. 59 (agosto 2020)

2018-05-09

 

número 58 da Revista, de abril de 2020, incluirá um dossiê sobre o tema: “A SOCIEDADE CIVIL E AS MIGRAÇÕES INTERNACIONAIS” (data limite para entrega dos artigos, 15 de janeiro de 2020).

Alguns temas que podem ser abordados no dossiê: papel da sociedade civil organizada na defesa dos direitos de migrantes e refugiados; criminalização da sociedade civil em sua ação solidária junto a migrantes e refugiados; práticas de acolhida e solidariedade da sociedade civil organizada junto a migrantes e refugiados; a ação da sociedade civil em contraste com as políticas restritivas dos governos locais e nacionais; papel da sociedade civil na formulação de políticas públicas locais, estaduais e nacionais; as organizações religiosas, feministas, LGBT, trabalhistas, étnicas e seu compromisso na promoção dos direitos dos migrantes; ação das organizações da sociedade civil em contextos fronteiriços e transnacionais: ação em rede e parcerias para além das fronteiras; papel da sociedade civil autóctone enquanto suporte para a organização de uma “sociedade civil migrante”, entre outros.

****

número 59 da Revista, de agosto de 2020, incluirá um dossiê sobre o tema: “MIGRANTES E REFUGIADOS LGBTI” (data limite para entrega dos artigos, 15 de abril de 2020).

Alguns temas que podem ser abordados no dossiê: LGBTfobia e violências contra refugiados LGBTI nos países de origem, trânsito e acolhida; HIV/Aids, estigma e saúde de migrantes LGBTI; intersecção das identidades trans no movimento migratório, violências e superação por meio da migração; Organizações de migrantes LGBTI e estratégias da diáspora LGBTI; LGBTI e direito ao refúgio; Políticas públicas, atividades e serviços de acolhimento e integração a migrantes e refugiados e LGBTI: desafios e boas práticas; Reunificação familiar de refugiados LGBTI; Resiliência LGBTI entre culturas, adaptação e segurança de migrantes pertencentes a minorias identitárias; Mídia e refugiados/migrantes LGBTI; Invisibilidade de migrantes e refugiados LGBTI