Migrações internacionais e desenvolvimento na América Latina: avanços e desafios

Autores

  • Rodolfo García Zamora

Palavras-chave:

Migração Internacional, Modelos de desenvolvimento, Políticas de Estado sobre desenvolvimento e migração

Resumo

Este trabalho tem por finalidade analisar como a economia latino-americana evoluiu, ao longo do século XX, por meio de três modelos econômicos diferentes, o primário-exportador, o de substituição de importações e o modelo neoliberal – no qual as migrações internacionais e as remessas adquirem grandes dimensões – como consequência dos graves impactos sociais que esse modelo provoca nos países da região desde os anos setenta até o início do século XXI. Em contraposição ao que defendia o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), as remessas não foram a alavanca para o desenvolvimento econômico e social no continente, o qual passou a ser, perigosamente, mais dependente das remessas e vulnerável em relação à situação das economias receptoras de migrantes. A crise hipotecária norteamericana em 2007 e 2008 evidencia a necessidade de reorientação do modelo neoliberal como se tem tentado atualmente na America do Sul, em prol de um modelo endógeno, com crescimento dos diferentes setores e regiões, tendo em vista a equidade e bem-estar de toda a população.
Palavras-chave: Migração Internacional; Modelos de desenvolvimento; Políticas de Estado sobre desenvolvimento e migração

This paper aims to analyze how the Latin American economy evolved, throughout the twentieth century by means of three different economic models: the primary exporter, the import substitution one and the neoliberal model — in which international migration and remittances acquire big dimensions — as a consequence of grave social impacts which this model has provoked in countries of the region since the 70s until century XXI. In contraposition to what the Inter-American Development Bank defends, remittances were not the lever for economic and social development on the continent. Instead, Latin America dangerously became more dependent on remittances and vulnerable in relation to the migrant receiving economy. The North-American subprime mortgage crisis in 2007 and 2008 obviated the necessity for reorientation of the neo-liberal model as recently attempted in South America in favor of an endogenous model, with growth of different sectors and regions, with the goal of promoting equity and the social well-being of the entire population.
Keywords: International Migration; Development models; State policies for development and migration

Biografia do Autor

Rodolfo García Zamora

Downloads