Rotatividade Migratória: um novo olhar para as migrações internas no Brasil

  • Rosana Baeninger

Resumo

O artigo analisa os movimentos migratórios no Brasil, acompanhando as transformações em sua dinâmica nas últimas décadas. Os movimentos migratórios internos no Brasil, dos últimos 60 anos, estão fortemente relacionados aos processos de urbanização e de redistribuição espacial da população, marcados pela intensa mobilidade populacional. Nesse contexto, os clássicos fatores de atração e expulsão se esgotam para as explicações do fenômeno migratório. As evidências empíricas dos censos demográficos e das PNADs permitem conhecer as alterações nas tendências migratórias nacionais, revelando novas condições migratórias para diferentes estados: áreas de retenção migratória, áreas de perdas migratórias e áreas de rotatividade migratória. O século 21 anuncia a expansão dos espaços da migração no Brasil, marcados pelo crescimento de áreas de rotatividade migratória.

Palavras-chave: Migração interna; Ubanização; Migração interestadual.

 

This article analyses the migration movements in Brazil, following the changes in their dynamics in recent decades. The movements of internal migration in Brazil, the last 60 years, are strongly related to the processes of urbanization and spatial redistribution of population, both marked by intense population mobility. In this context, classical factors of attraction and expulsion run out of explanations for migration. Empirical evidences of demographic censuses and “National Survey by Household Samples” (PNADs) make it possible to know the changes in national migration trends, revealing new conditions of migration for different states: areas of migratory retention, areas of migratory losses and areas of migratory turnover. The 21st century announces the expansion of migration spaces in Brazil, marked by the growth of areas of migratory turnover.

Keywords: Internal migration; Urbanization; Interstate migration.